MUSEU DE ARTE DE S√O PAULO - Assis Chateaubriand
- | A | +

BOLSA KEEPING IT MODERN - 2017

O MASP tem o prazer de anunciar que foi contemplado pela Funda√ß√£o Getty, de Los Angeles, nos Estados Unidos, com a bolsa do programa Keeping It Modern, para o desenvolvimento de pesquisas voltadas √† conserva√ß√£o de edif√≠cios modernos no mundo. No Brasil, j√° foram premiados em edi√ß√Ķes anteriores o Pavilh√£o Arthur Neiva (2015), no Rio de Janeiro; a FAUUSP (2015) e a Casa de Vidro (2016), em S√£o Paulo.

A premia√ß√£o do MASP, ao lado de outros onze edif√≠cios representativos da arquitetura moderna no mundo, indica o reconhecimento dessa obra de Lina Bo Bardi no cen√°rio internacional, pelo car√°ter inovador de suas arquitetura e engenharia √† √©poca da constru√ß√£o. Ao contr√°rio do que se imagina ao ver seu exterior, o pr√©dio n√£o est√° preso pelas vigas vermelhas aparentes da cobertura. A radicalidade de Lina, ao tirar proveito da tecnologia da engenharia brasileira de ponta, desenvolvida pelo engenheiro Jos√© Carlos de Figueiredo Ferraz, foi projetar outras duas vigas internas, localizadas entre os 1¬ļ e 2¬ļ andares, que atravessam o pr√©dio em toda sua extens√£o, unindo-se √†s quatro colunas vermelhas externas. S√£o essas duas vigas que sustentam todo a parte superior do pr√©dio: tanto o piso do segundo andar, permitindo que ele seja livre, sem pilares, como a laje do primeiro andar, que fica suspensa acima do V√£o Livre de 70 metros, o maior do mundo na √©poca de sua constru√ß√£o. As vigas vermelhas do exterior, assim, s√£o respons√°veis por sustentar somente a cobertura do edif√≠cio.

O projeto, que tem o prazo de um ano para ser finalizado, ser√° voltado √† compreens√£o do comportamento estrutural do edif√≠cio, do qual ser√£o avaliadas as patologias e as deforma√ß√Ķes apresentadas ao longo de seus 50 anos de exist√™ncia. O objetivo do trabalho √© desenvolver um plano com diretrizes de conserva√ß√£o e manuten√ß√£o permanente.

A equipe respons√°vel pelo projeto, coordenada pelo arquiteto Silvio Oksman, da Metr√≥pole Arquitetos Associados, e gerenciada pela Gerente de Projetos do MASP, Miriam Elwing, √© formada pela arquiteta do corpo t√©cnico do Museu, L√ļcia Furlan, ao lado de consultores externos das √°reas de arquitetura e engenharia e pelo arquiteto Martin Corullon, da Metro Arquitetos, que desde 2015 desenvolve os projetos expogr√°ficos e de adequa√ß√£o do edif√≠cio, entre esses, a volta dos cavaletes de cristal √† pinacoteca do MASP.

Ao longo de 2018, os trabalhos poderão ser acompanhados por meio de relatórios e seminários que o Museu irá promover a fim de incentivar o debate sobre seu prédio e arquitetura moderna no Brasil e no mundo.

Nessa edi√ß√£o, a Funda√ß√£o Getty contemplou tamb√©m os seguintes edif√≠cios: Catedral de Coventry, em Coventry, Inglaterra; Prefeitura de Boston, em Boston, EUA; Complexo de banhos termais Sidi Harazem, em Sidi Harazem, Marrocos; Gin√°sio Nacional Yoyogi, T√≥quio, Jap√£o; Faculdade de Arquitetura, Middle East Techinical University, Ankara, Turquia; Semin√°rio de St. Peter, Glasgow, Esc√≥cia; Museu e galeria de arte do Governo; Chandigarh, √ćndia; Price Tower, Bartlesville, EUA; Casa Melnikov, Moscou, R√ļssia; Edif√≠cio Bauhaus, Dessau, Alemanha; Est√°dio Flaminio, Roma, It√°lia.