MUSEU DE ARTE DE SÃO PAULO - Assis Chateaubriand
- | A | +
Bárbara Wagner, Sem título (da série Brasília Teimosa), 2005, Coleção Pirelli MASP.
Paula Trope, Vitor, Wando e Felipe, e Sem título (Os quadrinhos), da série Os meninos,1993-94

PAULA TROPE E A CÂMERA-OLHAR

A obra da artista carioca Paula Trope (1962) circunscreve um espaço crítico e político em torno do ato de ver. A partir de um paralelo entre os mecanismos da câmara escura e da fotografia e o aparelho ocular humano, Paula Trope disponibiliza em seu trabalho meios de observação crítica dos processos de construção da imagem e do próprio sistema do olhar, relativizando as posições de sujeito e objeto, fragilizando a posição do olhador sobre o outro, problematizando a relação do visto com quem vê. Nessa palestra, será apresentado um panorama do conjunto de sua obra/trajetória construída com os meios da fotografia, vídeo e instalação.

PALESTRANTE

Evandro Salles - Artista visual e curador. Atualmente é diretor cultural do MAR - Museu de Arte do Rio. Mestre em Arte e Tecnologia pelo Instituto de Artes da Universidade de Brasília. Foi Secretário Adjunto de Cultura do Distrito Federal. Um dos fundadores do Instituto CASA - Convergências da Arte, Sociedade e Arquitetura e da Fundação Athos Bulcão. Nos últimos anos realizou a curadoria de uma série de exposições de artes visuais, entre as quais: Amilcar de Castro - Repetição e Síntese (2014), Arte Para Crianças (2014), Gráfica Utópica - Arte Gráfica Russa (2001), A Experiência da Arte (2014), Casa Cidade Mundo (2015), entre outras. Em 2012 recebeu o Prêmio Funarte Marc Ferrez de Fotografia com o qual realizou o ensaio fotográfico Moradia Popular no Brasil.

Paula Trope e a câmera-olhar
Data: Sábado, 06 de maio de 2017
Horário: 11h
INSCRIÇÕES PRESENCIAIS
As inscrições online estão esgotadas, mas no dia da palestra haverá distribuição de senhas gratuitas a partir das 10h, até a lotação do auditório.

IMPORTANTE: pedimos para que os inscritos pelo site cheguem ao museu com 1 hora de antecedência para a garantia da vaga. Aqueles que não chegarem até às 10h30 terão suas vagas doadas para os interessados que não se inscreveram previamente.

PRÓXIMAS PALESTRAS

No MASP Palestras, pesquisadores convidados discutem diferentes períodos da história da arte em diálogo com o abrangente acervo do MASP e suas exposições temporárias. O objetivo é oferecer a um público amplo e diverso múltiplas leituras sobre as várias coleções do MASP – da arte europeia à brasileira, da asiática à africana –, entendendo o museu como um espaço democrático de discussão, pesquisa e produção de conhecimento crítico.

Desde o segundo semestre de 2016 o MASP oferece um ciclo de palestras com enfoque especial nas obras de artistas mulheres presentes na coleção do museu. Pesquisadores, professores e curadores são convidados a realizar leituras diversas sobre as obras, ampliando as discussões sobre o acervo.

Próximas palestras no ciclo Mulheres no MASP sobre artistas da coleção:

3.6 - TOMIE OHTAKE