MUSEU DE ARTE DE S√O PAULO - Assis Chateaubriand
- | A | +

MASP PROFESSORES: ENCONTROS SOBRE ARTE, EDUCAÇÃO E ESFERA PÚBLICA

Histórias da sexualidade: gênero e sexualidades

25 de novembro, das 9h às 14h

A hist√≥ria da arte √© atravessada por representa√ß√Ķes da sexualidade e por rela√ß√Ķes notoriamente desiguais entre homens e mulheres, tanto nas imagens como nos seus modos produ√ß√£o. Em tempos de grande polariza√ß√£o pol√≠tica, o campo art√≠stico torna-se um territ√≥rio de conflito, dada a sua dimens√£o cr√≠tica e criativa. Considerando o papel central que a educa√ß√£o deve ocupar em defesa do pensamento cr√≠tico e da liberdade, o MASP convida professorxs e educadorxs a discutirem juntos as intersec√ß√Ķes entre arte, g√™nero, sexualidades e educa√ß√£o.

Esses s√£o temas sens√≠veis e em discuss√£o nas pol√≠ticas educacionais no Brasil. Enfrent√°-los exige reconhecer as opress√Ķes sofridas pela comunidade LGBT+ e pelas mulheres, de diferentes ra√ßas e classes sociais. No contexto das exposi√ß√Ķes Guerrilla Girls: Gr√°fica, 1985-2017 e Hist√≥rias da sexualidade, o MASP espera que o encontro contribua para que professorxs e educadorxs fa√ßam do di√°logo e das express√Ķes art√≠sticas, oriundas de diferentes territ√≥rios e tempos hist√≥ricos, uma ferramenta de trabalho e transforma√ß√£o social.


Media√ß√£o: Horrana de K√°ssia Santoz (Media√ß√£o e Programas P√ļblicos ‚Äď MASP)

A programação foi construída e parceria cultural com a ONG Ação Educativa.

P√ļblico: Professorxs, educadorxs e interessadxs em geral

Atividade gratuita.
INSCREVA-SE

Convidados:
  • Fabiana Pitanga (Bia Sankofa) - √© educadora, bacharel em Servi√ßo Social pela PUC-SP. Ex-coordenadora do Centro do Centro de Defesa da Mulher ‚Äď CASA ANAST√ĀCIA. Desenvolve projetos comunit√°rios de incentivo √† leitura, Hip-Hop, forma√ß√£o de jovens, adultos e professores nas √°reas de educa√ß√£o em direitos humanos, quest√£o de g√™nero com recorte √©tnico-racial. Atualmente √© Coordenadora do Centro de Forma√ß√£o Cultural de Cidade Tiradentes ‚Äď SP.

  • Jackeline Romio (integrante do Manifesto Crespo - √© demografa com experi√™ncia na √°rea de estudos da viol√™ncia contra a mulher. √Č integrante do Coletivo de Feministas Negras Louva Deusas. Atua em pesquisa na √°rea de viol√™ncia contra mulheres negras, feminic√≠dios e epistemologias feministas. Tamb√©m obteve forma√ß√£o em letras e dedica-se ao ativismo literatura marginal.

  • Mag√ī Tonhon - √© mestranda em Filosofia na Escola de Arte, Ci√™ncias e Humanidades (EACH) da Universidade de S√£o Paulo (USP) no programa de Estudos Culturais e √© criadora do Canal Voz Trans* no YouTube. Pesquisa educa√ß√£o, direitos humanos, g√™nero e sexualidade, √© a(R)tivista no coletivo 'A Revolta da L√Ęmpada' e trabalha como consultora em g√™nero e sexualidade desde 2016.

  • Nina Vieira (integrante do Manifesto Crespo) - √© designer e trabalha com projetos de fotografia, identidade visual, publica√ß√Ķes impressas, cenografia e concep√ß√£o de exposi√ß√Ķes. √Č arte -educadora do coletivo Manifesto Crespo e atua como colaboradora em iniciativas culturais, majoritariamente sobre as quest√Ķes raciais, g√™nero e sexualidades no Brasil.